CENTRAL RESTRITA
PORTAL DO ALUNO | PROFESSORES


BLUEMOOVE

Devido à facilidade de acesso à informações nem sempre verdadeiras, cada vez mais os pacientes procuram pelo Ortodontista e exigem ser tratados por este ou aquele tipos de aparatologia. Portanto, de um lado há o paciente falsamente imbuído de uma segurança apoiada em informações não confiáveis, e de outro o profissional carente da verdade científica.

Com a intenção de acelerar a movimentação dentária, tanto estímulos físicos como farmacológicos tem sido aplicados e estudados por diversos autores. Entretanto, ambos os tipos de estímulo podem oferecer efeitos colaterais, tais como dor local, reabsorção radicular severa, e efeitos negativos inerentes ao uso de drogas.

Algumas modalidades de terapia tem sido reportadas como potencialmente capazes de acelerar ou facilitar a movimentação ortodôntica. Estas podem ser classificadas de acordo com o estímulo que primariamente causará o efeito: físico ou químico. Dentre os vários métodos, podemos citar:

- Estímulos Químicos: Epidemal Growth Factor –liposome (EGF), hormônio de Para Tireóide (PTH), interleucina (IL), Prostaglandina (PGE), oxigênio hiper bárico (HBO).

- Estímulos Físicos: Calor, Laser terapia, Corrente elétrica, Campo eletromagnético, estímulos pulsáteis e vibratórios.

PROJETO BLUEMMOVE: A ESTIMULAÇÃO VIBRATÓRIA PERIODONTAL

Considerando-se a estimulação vibratória como uma das opções do grupo dos estímulos físicos, é sabido que os primeiros sinais de resposta celular in vitro inicial a qualquer estresse mecânico se inicia aparecem dentro de 30 minutos. Estas respostas podem ser provocadas por ativação celular através de estimulação vibratória de ressonância diretamente sobre os dentes e consequentemente sobre o ligamento periodontal. Além disto, quando a carga da aplicação deste tipo de estímulo gera uma ressonância igual à do dente estimulado e o tecido periodontal ao seu redor, o estímulo ganha muito em termos de eficiência.

Esta afirmação suporta a hipótese de que a aplicação de vibração ressonante durante a movimentação ortodôntica pode afetar positivamente a aceleração do movimento dentário através do incremento da atividade celular no ligamento periodontal.

A hipótese de que a mastigação e deglutição geram forças intermitentes sobre os ossos é amplamente aceita há muito tempo. Estas cargas fisiológicas geram potenciais elétricos, que também estão presentes ao longo do tratamento ortodôntico, e variam de acordo com a magnitude e direção dos vetores. Portanto, as correntes elétricas são geradas durante a mastigação, deglutição e movimentação dentária, e contribuem para com o desenvolvimento dos fenômenos hidrodinâmicos que regem a teoria do fluxo sanguíneo na remodelação óssea que redunda na movimentação ortodôntica. Assim sendo, o objetivo principal dos estímulos vibratórios ressonantes é a geração do efeito piezoeléctricos, como se fosse uma mastigação artificial.



[CONHEÇA MAIS SOBRE O BLUEMOOVE - CLIQUE AQUI]

2016 - Todos os direitos reservados | Ortogeo Ortodontia ®